A NASA diz que o asteroide Bennu tem muito poucas chances de chegar à Terra por volta de 2300

(Washington) A NASA disse nesta quarta-feira que o asteróide Bennu passará muito perto da Terra no ano de 2135, apenas a metade da distância do nosso planeta à lua, e novos dados revelaram que as chances de um impacto posterior, por volta do ano 2300, ainda são magros.


Descoberto em 1999 e com um diâmetro de 500 metros, Bennu é um dos dois asteróides conhecidos em nosso sistema solar que representa o maior perigo para a Terra, de acordo com a agência espacial dos EUA. A sonda Osiris-Rex da NASA passou dois anos em órbita ao redor de Bennu, que partiu em maio passado para trazer de volta amostras coletadas durante alguns segundos de contato com a Terra, que chegarão à Terra em 2023.

A missão tornou possível estudar o asteróide mais de perto, melhorando significativamente as previsões sobre seu caminho futuro.

Os cientistas concluíram que, no ano 2300, a chance de atingir a Terra era de apenas 0,057%.

«Dit autrement, cela veut dire qu’il ya 99,94% de chances de que Bennu ne soit PAS sur une trajectoire d’impact», um souligné Davide Farnocchia, scientifique aux Near Earth Object Studies da NASA, lors d’une conference Journalist. “Então você não precisa se preocupar muito.”

Por que não temos 100% de certeza?

Em setembro de 2135, Bennu passará perto da Terra. Isso lhe daria a possibilidade de cruzar o chamado “buraco da fechadura gravitacional”: uma região que alteraria ligeiramente a trajetória do asteróide, devido ao efeito gravitacional do nosso planeta, e assim o colocaria em uma rota de colisão futura.

Antes da missão Osiris-Rex, 26 “buracos de fechadura” provavelmente serão de um quilômetro ou mais em Benno Road no ano de 2135.

See also  Eu quero saber tudo sobre ... a vida no universo! | Mag | o sol

Graças às análises permitidas pela sonda Osiris-Rex, os cientistas conseguiram descartar 24. Os dois últimos permanecem.

Segundo eles, a data mais provável para o impacto será no ano de 2.182.

Se isso acontecer, o evento será desastroso. “A cratera terá de 10 a 20 vezes o tamanho do objeto”, disse Lindley Johnson, do Escritório de Coordenação de Defesa Planetária da NASA. Ou, para Bennu, uma cratera com um diâmetro de 5 a 10 quilômetros.

“Mas a área de destruição seria muito maior do que isso, até 100 vezes o tamanho da cratera”, disse ele.

Ele disse que os pesquisadores estavam cientes de cerca de 79% dos asteróides do tamanho de Bennu e próximos à Terra.

“O perigo representado por Benno é na verdade menor do que aquele representado por objetos de tamanho semelhante que ainda não descobrimos”, lembra David Farnocchia.

You May Also Like

About the Author: Octávio Florencio

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *