Futebol português contra

Disse em comunicado conjunto, sexta-feira, que o futebol português se opõe à intenção da FIFA de aumentar a frequência dos jogos do Mundial de quatro para dois anos.

O documento, assinado pela Liga Profissional de Futebol, Federação (FPF), Federação dos Jogadores Profissionais, Federação dos Treinadores e Federação dos Árbitros, confirma que “discorda da intenção da FIFA de aumentar o ritmo da maior competição nacional times do mundo “. .

Entre os motivos invocados para justificar esta posição em particular estão a “sobrecarga de calendários”, “a saúde física dos atletas”, “o efeito na saúde mental dos jogadores, obrigando, desta forma, a realizar dois encontros anuais de vários semanas ”, bem como“ a sobreposição dos Jogos Olímpicos ”e da Copa do Mundo”.

Também criticou as autoridades portuguesas do futebol pela “sobreposição das competições masculina e feminina nos mesmos anos, privando o futebol feminino da sua influência”.

O comunicado concluiu que “por todos estes factores (…) é claro que não podemos apoiar a implementação de tal medida e muito menos em resultado de um processo de consulta inexistente”.

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, prometeu na semana passada tomar decisões até o final do ano sobre a proposta de reformulação da Copa do Mundo, retomada por seu diretor de desenvolvimento francês, Arsene Wenger.

A decisão já foi rejeitada por vários organismos internacionais, incluindo UEFA e CONMEBOL.

See also  Bruno Fernandez, temporada Ballon d'Or?

You May Also Like

About the Author: Germano Álvares

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *