Turistas, migrantes e continentes: Uma nova estirpe do Coronavírus entrou na Madeira | Covid-19

18 casos da nova cepa de SARS-Cov-2A Assembleia Geral tomou conhecimento com a Autoridade Sanitária da Madeira, que foi apurada esta semana na Madeira, que ainda se encontram no arquipélago, onde estão isoladas. Em alguns casos, o isolamento ocorre em uma unidade hoteleira designada e, em outros casos, em acomodações privadas.

Os casos, identificados esta semana pelo centro de rastreio do Aeroporto Internacional da Madeira, que recolhe amostras de todos os passageiros que chegam à Região Autónoma para realização de testes, dizem respeito a imigrantes madeirenses no Reino Unido, turistas britânicos e uma pessoa da área de Lisboa. E o Vale do Tejo.

Todos os casos foram indicados até 20 de Dezembro, altura em que a Direcção Regional de Saúde da Madeira (DRS) enviou uma amostra de alguns casos positivos detectados em exame aeroportuário ao Instituto Nacional de Saúde, Dr. Ricardo Jorge, especificamente para avaliar se se tratava da estirpe do coronavírus. Novo no arquipélago.

“Esta identificação só foi possível graças ao trabalho realizado pelo centro de exames do Aeroporto Internacional da Madeira, que permite o seguimento, identificação e encaminhamento para isolar casos positivos, após a descoberta.” O gabinete da Secretaria Regional da Saúde e Protecção Civil também confirmou ao público, repetindo o que já havia sido explicado no dia anterior, Quando foi anunciada a existência da raça britânica na Madeira.

Para além do cumprimento das orientações das autoridades de saúde, a estratégia regional, continuou a mesma fonte, centra-se no acompanhamento dos passageiros que chegam à Madeira. Quem não tiver resultado negativo menos de 72 horas antes do voo, num dos laboratórios reconhecidos pela DRS, está obrigado a fazer o teste à chegada ao Funchal, mesmo no aeroporto. Após completar o isolamento até que o resultado do teste seja conhecido, o que ocorre em média em 12 horas.

READ  O Google Stadia chegou a Portugal! Saiba tudo que você tem a oferecer

Se isso for positivo, como nestes 18 casos, as pessoas permanecem isoladas, seja em uma unidade hoteleira que o governo de Maderan alugou especificamente para esses casos, ou em suas próprias moradias sem poder. Eles só podem sair após um teste positivo.

No último balanço conhecido, emitido na segunda-feira ao final do dia, desde o início da epidemia, a Região Autónoma contabilizou 1.560 casos de COVID-19 (49 a mais que no dia anterior), dos quais 517 ainda estão ativos. Destas, 54 pessoas estavam isoladas em unidade hoteleira exclusiva, 436 em acomodações particulares e 27 internadas: 23 pessoas estavam na unidade multiuso do Hospital Dr.Nelio Mendonça e quatro na unidade de terapia intensiva destinada ao Coronavírus. Na Madeira, até à data, houve um total de 12 mortes associadas a esta doença.

Até ao momento, a nova estirpe do SARS-CoV-2 identificada no Reino Unido, que se tem apresentado como a mais contagiosa e incomodativa do mundo, foi detectada em Portugal apenas na região da Madeira. Hoje, a conferência de imprensa da DGS contará com a presença do Coordenador do Estudo de Variação Genética SARS-CoV-2 e Investigador do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA) João Paulo Gomez, justamente por esta situação.

More from Germano Álvares

A BOLA – “Não pensei nos meus sonhos de jogar 300 jogos com o Benfica” (Benfica)

Uma noite especial para Betzi. O jogo da Taça da Liga começou...
Read More

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *