Português fora da armadilha húngara, CR7 vence Platini!

Nosso pontapé inicial na Copa do Mundo Excluído – Habib Maiga / FC Metz: “Queremos sonhar maior!”

É um suspiro de alívio para Celsao! Antes de enfrentar a Alemanha e a França, Portugal teve a oportunidade de lançar o Euro na perfeição ao desafiar o suposto adversário mais fraco do grupo, neste caso a Hungria. Se a primeira parte mostrou um ataque de Lusitanias, a segunda foi muito mais difícil, pois os companheiros de Cristiano Ronaldo se esforçaram para criar oportunidades claras, exceto pelo cabeceamento de Pepe em cobrança de escanteio no início da segunda temporada e o chute de Bruno Fernandes aos 68 minutos. Por outro lado, os húngaros foram muito mais ofensivos com algumas posições (50º e 57º) mas acima de tudo um golo foi negado por impedimento (logicamente) no Shaun Zabolx (80º). Uma chance então levaria ao lançamento dos portugueses, já que Rafael Guerrero dava sorte ao seu povo (84º lugar), enquanto Will Urban desviou para a rede. Dois minutos depois, o campeão europeu deu o pontapé de saída com a cobrança de pênalti de Cristiano Ronaldo (87), o que tornará a adição ainda pior na prorrogação (90 + 3). Estes dois golos permitem ao CR7 fazer história ao tornar-se no melhor marcador da história da Europa (11 golos), ultrapassando assim Michel Platini.

Portugal faz isso contra a Hungria!

Derrotado há muito tempo pela Hungria, Portugal explodiu toda a seleção húngara em dez minutos (3-0).

READ  Vote no seu piloto neste fim-de-semana GP português de F1 para 2021 - Notícias de Marselha

You May Also Like

About the Author: Germano Álvares

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *