Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Novos robots conseguem trabalhar em equipa e partilhar informação

A nova versão dos robots Asimo apresentados pela Honda tem um sistema de comunicação que lhes permite trabalhar em equipa, partilhando informações e coordenando tarefas, revela o site Ciência Hoje.

O sistema de ligação dos robots foi desenvolvido para partilhar informação sobre a sua localização e qual a tarefa que está a desempenhar. O Asimo, que significa Advanced Step in Innovative Mobility, tem 130 centímetros de altura e é agora mais “esperto” graças às actualizações que lhe permitem fazer mais tarefas sem ajuda humana, revela a empresa, citada pelo site.

O governo japonês tem recentemente encorajado as empresas e investigadores para que façam da robótica um pilar da economia do país, tanto que outras empresas como a Toyota, Hitachi, Fujitsu e NEC estão também a desenvolver robots, revela ainda o Ciência Hoje.

O site recorda que o Asimo foi o primeiro robot disponível para aluguer em 2000 e é considerado um dos humanóides mais avançados do mundo por conseguir andar, correr, acenar, evitar obstáculos e participar em conversas simples.

LE com Ciência Hoje

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.