Liga das Nações: Portugal em manifestação

Postado no sábado, 05 de setembro de 2020 às 22:00

Num dos choques do primeiro dia da Liga das Nações, Portugal foi brilhante frente à Croácia (4-1). Apesar da ausência de Cristiano Ronaldo, os deputados dos campeões mundiais foram em grande parte dominados pelos campeões europeus.

No extremamente difícil Grupo C da Liga das Nações, o principal adversário da França será Portugal, não a Croácia. Enquanto os Blues se mudaram para a Suécia, os companheiros de equipe de Anthony Lopez dominaram amplamente os vice-campeões mundiais (4-1). Mais do que o resultado final deste encontro, foi a rapidez com que os portugueses o impuseram que impressionou. Em um confronto unilateral, eles teriam ganhado uma pontuação maior com mais sucesso. E tudo isso sem o lesionado Cristiano Ronaldo, que assistiu à partida do estádio do Dragão.

Portugal já tocou somas croatas em três ocasiões

Logo, os homens de Fernando Santos assumiram a luta por conta própria. Meia hora depois, eles haviam disparado 15 vezes com cinco tiros no alvo. Desempenho que não foi suficiente no início para abrir a gravação. Dominic Levakovic há muito mantém as chances de seu time. O goleiro do Dínamo Zagreb conseguiu bloquear as tentativas de João Cancelo, Rafael Guerrero ou Pepe. Quando era muito baixinho, podia contar com as suas somas para rechaçar as aberturas de João Félix, Diogo Jota ou Rafael Guerrero. Por fim, foi João Cancelo quem abriu o marcador com um remate de 20 metros que encerrou a corrida pela vigia cinco minutos antes do intervalo. Um golpe imparável na atmosfera de último recurso para infligir tormento à seleção croata, que viveu uma verdadeira provação.

See also  Vídeos Às vezes esqueci, o que aconteceu com esses vencedores do Eurovision?

Uma meta que foi reconhecida e sem sucesso por muito tempo

Num segundo período em que Portugal ainda não tinha relaxado, o perigo esteve sempre na baliza de Levakovic. E logicamente, a lacuna aumentou. Diogo Jota saiu da defesa uma hora depois ou João Félix com um chute forte dez minutos depois piorou o placar. Fácil, e talvez fácil demais, os campeões europeus finalmente sofreram um gol de Bruno Petkovic na prorrogação. Um golo para a honra croata revitalizou os portugueses. No canto final da partida, Adrian Silva desviou o cabeceamento de Pepe da Croácia. Uma conquista pouco antes do apito final permite a Portugal liderar o terceiro grupo da Liga das Nações antes de enfrentar a Suécia, especialmente a França.

You May Also Like

About the Author: Aldina Antunes

"Praticante de tv incurável. Estudioso da cultura pop. Pioneiro de viagens dedicado. Viciado em álcool. Jogador."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *