O brasileiro Lucas Chianca domina o desafio Nazareth, que impressionou o francês Justin Dupont

O brasileiro Lucas Chianca venceu o evento especial organizado esta segunda-feira pela World Surfing League (WSL) na Nazaré, local português designado por esta entidade como “A maior onda do mundo“.Sianca superou seu compatriota Pedro Scobe em ondas que impressionaram a maioria dos surfistas, mas não chegaram à barra de 20 metros que já estava registrada na“.North Beach»De Nazaré.

A francesa Justine Dupont alcançou o melhor desempenho feminino, já em 2020, ao dominar as brasileiras Maya Gabeira e Michel de Bouillon no final desta nova edição do “Desafio de Tow Surfing da Nazaré»De la WSL. E se “puxar as ondasDeve ser rebocado por um jet-ski em direção à face da onda para surfar ondas tão grandes que seja impossível, ou muito perigoso, pegá-lo enquanto rema com a força de seus braços como no surf clássico.

a “North Beach“Oferece condições excepcionais para a prática de ondas gigantes devido ao chamado fenômeno geológico”.Nazareth Valley»: Uma fenda no fundo do mar com 170 km de comprimento e 5 km de profundidade, por onde a ondulação do Oceano Atlântico se precipita antes de empurrá-la para a superfície ao atingir a costa. Foi aqui que o recorde mundial da maior onda surfada já foi batido duas vezes: primeiro em 2011 pelo americano Garrett McNamara, o pioneiro do spot Nazari, e depois pelo brasileiro Rodrigo Coxa, em 2017.

See also  Uma abundância de euros no controle financeiro: uma retrospectiva desses infelizes carros robóticos que marcaram a história da competição (VÍDEOS)

You May Also Like

About the Author: Lucinda Lima

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *