Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Doze a quinze hotéis de cinco estrelas previstos para o Oeste

A região Oeste, vai ter, até 2015, 12 a 15 hotéis de cinco estrelas com campos de golfe, revelou ontem António Carneiro, presidente da Região de Turismo do Oeste (RTO), à Lusa, revela a edição de hoje do Diário de Notícias. Os novos projectos hoteleiros representam um investimento de três mil milhões de euros.

Os empreendimentos distribuem-se por vários concelhos da região, estando em construção, ou com projectos aprovados, três hotéis de cinco estrelas em Torres Vedras, seis em Óbidos e um para cada um dos concelhos de Rio Maior, Caldas da Rainha, Lourinhã e Alenquer. Segundo António Carneiro, esta profusão de projectos está associada ao turismo residencial, com muitas famílias, sobretudo do mercado britânico, a comprar casa em Portugal, atraídas pelos preços acessíveis das companhias aéreas de low cost.

O presidente da RTO salientou que além dos hotéis, «entre a zona Oeste e o Ribatejo, vai nascer o maior complexo de golfe da Europa num terreno de 4500 hectares», situados a Norte do futuro aeroporto da Ota. António Carneiro escusou-se a adiantar mais pormenores sobre o complexo, acrescentando apenas que «será quase uma cidade que terá, entre outros, um casino».

Nova Rota do Vinho e da Vinha no Oeste

O presidente da RTO falava aos jornalistas após a apresentação da nova Rota do Vinho e da Vinha do Oeste, que a RTO tem ajudado a promover. A Rota é constituída por três percursos (Alenquer, Óbidos e Linhas de Torres), através de quintas produtoras de vinho.

O responsável adianta que as visitas às quintas representam um produto turístico que tem condições «para crescer por si». Estas visitas serão exponenciadas com o crescimento dos resorts/golfe uma vez que «os empreendimentos não terão este tipo de oferta».

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.