Sudão: Ricardo Formosinho discute os motivos da saída do Al Hilal

Poucas semanas após a sua saída do Al Hilal Omdurman, o português Ricardo Formosinho voltou aos motivos da sua saída. O ex-técnico do Blue Crescent revelou os detalhes, como atleta e mais esportista em sua época à frente da equipe técnica do clube sudanês.

A atual situação social e política no Sudão continua sendo um dos principais motivos da saída de Formosinho. O ex-treinador português do Al Hilal disse que depois do golpe sentiu que não existiam condições de segurança necessárias para a sua presença em Cartum. Ele explicou que foi impossível retornar ao Sudão nos dias seguintes ao golpe devido ao fechamento do aeroporto. Para Riccardo Formosinho, o corte da Internet no país também é motivo de sua saída.

Foi a ausência da internet para obrigá-lo a ficar em silêncio de repente, e sua família ficaria do lado de fora e nunca teria notícias dele. Após o jogo de volta contra o Rivers United da Nigéria, no Egito, Ricardo Formosinho optou por partir diretamente para Portugal, onde anunciou sua renúncia. Aceitação da demissão do clube que nomeou um novo treinador na pessoa do português João Motta.

See also  LDC-UEFA: Um duelo mal avaliado entre Besiktas e Sporting

You May Also Like

About the Author: Germano Álvares

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *