O cérebro e os testículos: semelhanças inesperadas

primário

  • Os testículos e o cérebro compartilham 13.442 proteínas em comum.
  • Os dois membros contêm os genes mais comuns entre todos os membros.
  • Diz-se que essas semelhanças são devidas à sua influência na especiação, o fenômeno evolutivo que levou à diferenciação das espécies.

Os testículos são o cérebro do outro homem? A questão não parece tão absurda segundo os resultados de um estudo realizado em conjunto por investigadores portugueses e ingleses. Publicado no dia 2 de junho na revista Royal Society for Open BiologyIsso revela que os dois membros têm muito mais em comum do que poderíamos ter imaginado. Em particular, eles compartilham muitas semelhanças genéticas e funcionais. Este link explica, por exemplo, por que Os níveis de testosterona, que são produzidos principalmente pelos testículos, afetam a personalidade.

Muitos genes e proteínas estão envolvidos

Pesquisadores da Universidade de Aveiro, em Portugal, e da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, compararam proteínas em células de 33 tipos de tecido de órgãos como coração, intestino, ovário e placenta. Esta análise revelou que os testículos e o cérebro compartilham 13.442 proteínas comuns. “O cérebro e os testículos têm mais proteínas em comum, em comparação com outros órgãosO estudo também descobriu que os dois órgãos têm os genes mais comuns entre todos os órgãos.

As semelhanças entre os dois corpos não param por aí. Na verdade, o cérebro e os testículos são grandes consumidores de energia. O primeiro realiza processos complexos como o pensamento e o segundo produz milhões de espermatozoides por dia. Ambos também possuem células especializadas que lhes permitem sustentar as células nervosas do cérebro e as células germinativas dos testículos.

Resultado de evolução

Além de sua formação, é improvável que o cérebro e os testículos funcionem de maneira semelhante. Isso pode ser observado no comportamento dos neurônios e das células testiculares. Ambos os tipos de células realizam exocitose, que é o processo de secreção de biomoléculas da célula para o ambiente externo. Esse mecanismo permite que as células cerebrais se comuniquem entre si por meio de neurotransmissores. Em um espermatozóide, esse processo é usado para se fundir com um óvulo e fertilizá-lo.

READ  Quais são os alimentos que consomem grandes quantidades de água?

Segundo os pesquisadores, essas semelhanças se devem à sua participação na especiação, fenômeno evolutivo que levou à diferenciação das espécies. Por meio desse fenômeno, os humanos conseguiram se distinguir de outros animais, como os chimpanzés. Isso se relaciona em particular com 60 genes “Contribuir para a definição da personalidade fenotípica humana como habilidades cognitivas aprimoradas‘, mencione os autores do estudo.




You May Also Like

About the Author: Irene Alves

"Bacon ninja. Guru do álcool. Explorador orgulhoso. Ávido entusiasta da cultura pop."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *