Líder do Partido Comunista Português vai passar por cirurgia cardíaca “urgente”

PARIS: 11 de janeiro (Cinktank.com) –

Na quarta-feira, o secretário-geral do Partido Comunista Português, Jerónimo de Sousa, vai ser submetido a uma “urgente” operação cardíaca, uma vez que ficará temporariamente excluído da campanha eleitoral parlamentar de 30 de janeiro.

O PCP explicou em comunicado que, após exame médico, ficou acordado que De Sousa, de 74 anos, necessitaria de cirurgia para estreitar a artéria carótida interna esquerda, operação que “não pode ser adiada para depois das eleições”.

O partido espera que o líder comunista retome sua atividade política no final da próxima semana, mesmo que outros líderes do partido assumam as rédeas da campanha enquanto durar o período de convalescença do secretário-geral. Assim, o PCP confirmou que manteve os eventos previstos na sua agenda.

Os portugueses são chamados às urnas para renovar a Assembleia da República, numa eleição antecipada após o fracasso das negociações orçamentais entre o Partido Socialista liderado por António Costa e os seus parceiros de esquerda. As pesquisas de opinião preveem outra vitória socialista, ainda que com uma ligeira maioria, o que o obrigará a contar com apoio externo.

See also  Bruno Lage elogia Roman Sais, "Maldini do Marrocos"

You May Also Like

About the Author: Germano Álvares

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published.