Ex-OM: pesadelo de Delfim em Marselha – sobre OM

Em 2001, Jose Delphim Assinou com a reputação da OM que o internacional português (uma escolha) foi apresentado como o novo Didier Deschamps. Meio-campista diligente e técnico, mas dá azar do início ao fim seu contrato de cinco anos.

Foi o que disse esta semana em entrevista a um canal de televisão português TVIA começar pela pressão exercida sobre ele e o seu agente para partilharem a comissão pela sua transferência do Sporting Lisboa. Depois de uma primeira temporada já complicada, Delphim machucou as costas e o pesadelo começa. Uma lesão o impedirá de jogar até fevereiro … 2005! Enquanto isso, ele é operado três vezes sem resolver o problema. Em seguida, entrou em conflito com o serviço médico da OM e ofereceu-se para terminar a carreira para obter um seguro de 5 milhões de euros. Delphim recusa e entra com o clube num processo demorado que ainda não terminou, uma vez que continua a exigir uma indemnização de 4 milhões de euros.

No entanto, ele vai repetir alguns jogos com a OM durante a temporada 2005-2006 e encerrar a carreira após períodos inconclusivos na Suíça e em Portugal. Esta não é a primeira vez que um Delphim ataca OM.

READ  O triste recorde de Mourinho

You May Also Like

About the Author: Germano Álvares

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *