Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Caldas da Rainha vai ter hotel 5 estrelas do grupo Montebello

Foi assinado o contrato de exploração dos edifícios dos Pavilhões do Parque, nas Caldas da Rainha, para a exploração e construção de uma unidade hoteleira de cinco estrelas pelo Grupo Montebello – Sociedade de empreendimentos turísticos, SA.

«Após um período de concurso público internacional, e de aprovação em Assembleia Municipal, o Grupo Visabeira – cuja experiência na ligação entre a indústria e a hotelaria tem vindo a dar resultados noutros empreendimentos hoteleiros, como o caso da fábrica Vista Alegre, em Ílhavo – vem agora reforçar o seu compromisso na exploração e requalificação de um edifício que há 130 anos foi edificado por Rodrigo Maria Berquó», explica o comunicado.

O projecto surge na sequência da cedência deste património por parte do Estado, pelo período de 48 anos, permitindo ao município ultrapassar os obstáculos que se colocavam anteriormente para a requalificação e regeneração do imóvel em causa.

Todas as fases terão de ser devidamente cumpridas, nomeadamente a aprovação em Tribunal de Contas, a aprovação do projecto de arquitectura e especialidades por parte da DGPC, e as mesmas especialidade, nomeadamente os estudos de impacte ambiental, estruturas e estudo de protecção dos níveis freáticos, devido à proximidade com o Hospital Termal, que está a sofrer obras de requalificação, estando a sua abertura prevista para final deste ano.

O Grupo Montebello será também responsável por todas as iniciativas de gestão e manutenção do edifício ao longo dos próximos 50 anos, acções que deverão ser comunicadas e acompanhadas pelo município.

A iniciativa prevê ainda, segundo José Luis Nogueira, administrador do Grupo Montebello, a atracção de artistas internacionais que possam beber do património deixado por Bordalo Pinheiro que, em 1884, ali fundou a sua fábrica de faianças.

«É por esta relação privilegiada do património cerâmico com a cidade, que o Grupo Montebello acredita que este projecto será de nível de excelência e que poderá de igual forma ser um enorme activador da economia local, com base na sua tradição cerâmica», acrescenta o comunicado.

A marca Bordallo Pinheiro canaliza mais de 50% das vendas para o estrangeiro e é com base nesse embaixador que o Grupo Montebello acredita que ali se poderão desenvolver projectos verdadeiramente diferenciadores.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.