Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

50 jovens do país visitam Marinha Grande no âmbito da Semana da Indústria – Leiria IN

Cinquenta estudantes do ensino secundário de dez distritos do país encontram-se a visitar os concelhos da Marinha Grande e Leiria, no âmbito do projeto “Semana da Indústria – Leiria In”, que decorre de 14 a 19 de julho.

Esta iniciativa inédita é organizada pelo Instituto Politécnico de Leiria e pela Fórum Estudante, em parceria com as câmaras municipais de Marinha Grande e Leiria, NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria, ADAE – Associação de Desenvolvimento da Alta Estremadura e CEFAMOL – Associação Nacional da Indústria de Moldes.

Durante esta semana, está a ser realizado um conjunto de atividades em torno da indústria e das suas potencialidades, que abrangem visitas a empresas e indústrias locais e regionais, workshops, oficinas práticas e experiências culturais.

A Semana da Indústria pretende fomentar a consciência cívica dos estudantes sobre a importância da indústria para a economia e desenvolvimento de Portugal e permite despertar vocações para as profissões ligadas a este setor.

Os participantes são embaixadores de escolas secundárias, selecionados pelos melhores trabalhos de reflexão sobre o tema da Indústria e Produção, num desafio que decorreu entre março e junho e permitiu estimular a curiosidade de conhecer de forma aprofundada a realidade da Indústria.

Conhecer vidro, moldes e plásticos

O grupo de jovens foi recebido, na manhã do dia 15 de julho, no auditório do CENTIMFE – Centro Tecnológico da Indústria de Moldes, Ferramentas Especiais e Plásticos, pelo presidente da Câmara da Marinha Grande, Álvaro Pereira, e por responsáveis do CENTIMFE, CEFAMOL – Associação Nacional da Indústria de Moldes e AIVE – Associação dos Industriais de Vidro de Embalagem.

Álvaro Pereira deu as boas-vindas aos estudantes, convidando-os a, no futuro, elegerem a Marinha Grande como território para viver e trabalhar. Evidenciou a inovação e evolução da indústria do concelho, sobretudo ao nível dos setores do cluster vidros, moldes e plásticos. Os técnicos das associações setoriais presentes traçaram o perfil daquelas indústrias, evidenciando alguns indicadores económicos.

Ainda na Marinha Grande, os alunos visitaram as empresas Crisal (vidros), KLC (plásticos) e Tecnifreza (moldes). À tarde, conheceram o Museu do Vidro, as oficinas de trabalho em vidro e a Coleção Visitável do Futuro Museu da Indústria de Moldes.

Nos próximos dias, estão programadas mais visitas a empresas da Marinha Grande e Leiria, ao CDRsp – Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentado do Produto, momentos culturais e desportivos.

Fonte: Câmara Municipal da Marinha Grande

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.