Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Umbelino Monteiro apresenta solução integrada de cobertura

A Umbelino Monteiro, líder nacional há mais de 30 anos na reabilitação de coberturas, vai apresentar na “Semana da Reabilitação Urbana”, que decorre no Porto entre 3 e 6 de Abril, o conceito “UM-Renovar”. Em causa está uma solução integrada para a renovação de telhados, constituída por telhas cerâmicas, placas de fibrocimento e telhas fotovoltaicas, assim como irá partilhar junto dos participantes o ‘know-how’ e a experiência adquirida na reabilitação do património arquitetónico, no sentido de uma replicação na renovação do edificado comum.

Ao longo das últimas três décadas, a Umbelino Monteiro assinou no mercado nacional projetos de referência ao nível da revitalização de edifícios e de património arquitetónico. O Mosteiro dos Jerónimos, o Palácio de Monserrate, a Basílica da Estrela, o Palácio do Freixo ou a Casa de Serralves são alguns dos exemplos. A capacidade de reproduzir produtos tecnologicamente desenvolvidos fiéis aos originais, em forma e em cor, deve-se ao investimento contínuo da empresa em Investigação, Inovação, Qualidade e à sua estreita cooperação com projetistas.

O Espaço da Reabilitação Urbana – uma iniciativa da “Vida Imobiliária” e da Promevi, em parceria com a Câmara Municipal do Porto e a Porto Vivo – Sociedade de Reabilitação Urbana – pretende ser um espaço dinâmico de troca de conhecimento e de técnicas de construção no âmbito da Reabilitação Urbana e do Espaço Público.

Teresa Monteiro, diretora-geral da Umbelino Monteiro, considera que “tem sido desenvolvido um trabalho importante no domínio da regeneração urbana, em Portugal, mas ainda existe muito por fazer, sobretudo nos centros históricos das cidades”. Afirma que seria “importante haver uma sensibilização para a renovação dos edifícios, no sentido de dotá-los de uma melhor performance energética e de maior conforto, sem que essa intervenção altere a traça original do edificado”.

Atualmente, a reabilitação dos telhados é fundamental nos projetos de regeneração por permitir aumentar o potencial de ecoeficiência, ao reduzir as perdas energéticas. Para além dos ganhos energéticos e económicos, possibilita ainda uma redução significativa na emissão de CO2 (dióxido de carbono) associada à produção de energia.

A obtenção de um telhado eficiente decorre da combinação de vários fatores que vão desde a adequação da inclinação do telhado ao clima e região em causa, passando pela escolha de uma solução construtiva correta que combine os materiais certos com a aplicação adequada.

Fonte: Umbelino Monteiro

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.