Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Reino Unido pode entrar em recessão se zona euro piorar

O Reino Unido só entrará em recessão se a crise na zona euro piorar, disse hoje o ministro britânico, desvalorizando as previsões segundo as quais a economia iria contrair-se pelo segundo trimestre consecutivo.

Tanto o Ernst & Young ITEM Club como o Centro para a Investigação Económica e Empresarial acreditam que o Produto Interno Bruto (PIB) desceu para o vermelho no último trimestre de 2011 e que tal irá repetir-se nos primeiros três meses de 2012, mas George Osborne continua a acreditar na previsão oficial do governo, feita por um organismo independente, o Gabinete de Responsabilidade Orçamental, que previu que o país “não irá ter recessão mas sim um trimestre negativo”, o último de 2011.

Todavia, o ministro admitiu, em declarações hoje à rádio BBC 4, que o cenário “é muito incerto” e que “um dos principais riscos é a maior deterioração da crise na zona euro”. “Estou confiante de que o governo britânico está a fazer tudo o que pode perante uma herança e uma situação internacional muito difícil para conseguir fazer o Reino Unido passar isto, para aguentar a tempestade”, vincou.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.