Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

FMI: retirar estímulos demasiado cedo é um «tiro no pé»

O director do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, afirmou ontem que os políticos correm o risco de dar um «tiro no pé» se retirarem demasiado depressa as medidas de apoio à economia, refere a Lusa.

O responsável do FMI referiu, num evento realizado na capital da Jordânia, que «o crescimento está a recuperar em quase toda a parte, mas estes números do crescimento estão mais relacionados com o apoio e a sustentação das ajudas públicas do que com a procura privada». Strauss-Kahn explicou que a Ásia tem liderado a recuperação económica mundial, e alerta para o facto de os bancos centrais da região estarem a retirar parte das medidas de emergência lançadas para contrariar o «abrandamento económico».

«Há uma recuperação clara, que acontece mais cedo do que o previsto, mas que também é uma ameaça», salientou o director, acrescentando que «essa ameaça deve-se a possibilidade de alguns governos se sentirem estimulados a retirar os seus pacotes de estímulos à actividade económica».

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.