Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Défice comercial português subiu 4,12% em 2007

O défice comercial português alcançou os 19.356,2 milhões de euros no ano que passou, o que significa um agravamento de 4,12% face a 2006, informa o Instituto Nacional de Estatística (INE).

As exportações registaram um aumento de 8,4%, para os 37.402 milhões de euros, enquanto que as importações subiram 6,9%, para 56.758,3 milhões de euros.

No que diz respeito às entradas, de destacar os crescimentos nos produtos alimentares e bebidas e dos fornecimentos industriais, com incrementos de 13,5% e 9,5%, respectivamente. Já as exportações, nas mesmas categorias apresentaram subidas de 16,5 e 13%.

O saldo comercial com os parceiros comunitários agravou-se em 5,2%, tendo as exportações aumentado 7,3% e as importações 6,6%. Quanto ao comércio extra comunitário o défice sofreu um agravamento de 1,31%, com um acréscimo de saídas de 12% e de entradas de 7,8%.

A Espanha continua a ser o nosso principal parceiro comercial, tendo aumentado esse pecúlio em relação ao ano anterior.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.