Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Portugal é o país da UE com mais caixas multibanco per capita

Portugal é o país europeu com mais caixas multibanco por habitante, revelou o Relatório do Banco Central Europeu (BCE) sobre o desenvolvimento estrutural da banca na Europa, hoje divulgado. Com 1.508 ATM (caixa multibanco) por cada milhão de habitantes, o sistema de pagamentos revela representar «um enorme grau de conveniência» para os portugueses, revela o estudo citado pela Lusa.

O relatório também marcou Portugal como o país onde existem mais variedades de funcionalidades acessíveis na rede de Multibanco, com cerca de mais 40 em comparação com outros países em que só é possível fazer levantamentos, pagamentos de contas, transferências, consultas de saldos e movimentos.

De acordo com o relatório do Banco Central Europeu desde o início do ano e até Setembro cerca de metade das operações realizadas nas caixas automáticas representaram levantamentos (49%), 32% foram consultas e 16% pagamentos de facturas.

Espanha segue-se a Portugal com cerca de 1.300 ATM por milhão de habitantes e Polónia é a última da lista com um número de quase 300 ATM por milhão de habitantes. É nos países onde o sistema bancário é mais recente que se regista o seu maior crescimento, como a Bulgária e a Roménia.

A rede Multibanco da SIBS (Sociedade Interbancária de Serviços), em Portugal, é composta por cerca de 12.000 ATM.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.