Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Biocombustíveis abrem oportunidades Brasil-Portugal

A produção de biocombustíveis vai criar oportunidades de negócios entre empresas do Brasil e de Portugal, disse na quarta-feira o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Luso-brasileira (CCIL), em Curitiba, região Sul do país, revela a agência Lusa.

António Espírito Santo Bustorff salientou que, nos próximos 20 anos, os países da América Latina serão responsáveis por cerca de 78% da produção de biocomubustíveis exportáveis de todo o mundo.

«O Brasil terá a maior fatia nesse bolo, sendo uma potência mundial na área de produção de combustíveis limpos, nos próximos anos, o que vai gerar muitas oportunidades de negócios», afirmou.

O presidente da CCIL sublinhou que os investimentos mundiais na produção de energia limpa vão aumentar de 55 mil milhões de dólares (41 mil milhões de euros), no ano passado, para cerca de 226 mil milhões de dólares (168,5 mil milhões de euros), em 2016.

Só nos Estados Unidos da América, os investimentos de risco em tecnologias limpas passaram de 468 milhões de dólares (350 milhões de euros), em 1999, para 2,4 mil milhões de dólares (1,7 mil milhões de euros), no ano passado.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.