Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Tecmolde vai fornecer maior empresa russa de camiões

A Tecmolde, empresa marinhense de moldes, vai assinar na segunda-feira um contrato para fornecer a Kamaz, maior marca russa de camiões, revelou à Lusa António Santos, director da empresa.
O empresário integrou a comitiva portuguesa, liderada pelo primeiro-ministro, que fez uma viagem à Rússia.

António Santos não avançou detalhes à agência noticiosa, mas lembrou que a empresa já fornece a indústria russa de automóveis e outras empresas ligadas aos ramos da electrotécnica e embalagem descartável daquele país.

Recorde-se que, no mês passado, a Tecmolde assinou um contrato de mais de dois milhões de euros de fornecimento de moldes à Ford russa.

Desde 1976 no mercado russo

A empresa da Marinha Grande chegou ao mercado russo em 1976 e foi uma das poucas empresas nacionais de moldes a resistir a todas as mudanças políticas que, posteriormente, assolaram a região.
«A Tecmolde distingue-se dos concorrentes pela atitude de compreensão e predisposição para entender as diferenças e as especificidades dos mercados», afirmou António Santos, lembrando que a empresa «está presente na Rússia, através de uma representação permanente há mais de 20 anos, gerida por um português».

A empresa marinhense exporta para aquele mercado sobretudo moldes tecnicamente avançados e moldes multicomponentes (que permitem injectar, de uma só vez, diversos tipos de plástico) e ainda moldes com adição de robots, explica António Santos, exemplificando algum do know-how da indústria nacional.

Banca nacional deveria apoiar internacionalização das empresas

António Santos elogiou a visita do primeiro-ministro à Rússia, encarando-a como uma «acção muito válida e de grande projecção para o desenvolvimento das relações económicas bilaterais». Contudo, considera «recomendáveis» outras estratégias de apoio à internacionalização das empresas portuguesas como «seguros de crédito acessíveis que minimizem o risco dos exportadores, bancos portugueses a operar no mercado com ofertas de leasing e financiamentos à importação/exportação similares aos dos bancos estrangeiros», para além de acções de promoção constantes no mercado.

Paciência, honestidade e transparência para vencer no mercado russo

Questionado em relação ao segredo do êxito da Tecmolde no mercado russo, António Santos considera que se baseia no «grande respeito pelos clientes» e aconselha aos empresários portugueses que queiram apostar naquele mercado: «acima de tudo paciência, honestidade e transparência de processos. Os russos são perspicazes, inteligentes e distinguem facilmente quem os quer enganar. Tratar as empresas russas com a mesma qualidade e em igualdade de circunstâncias com as empresas ocidentais».

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.