Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

ADLEI contesta Plano Estratégico Nacional para o Turismo

A ADLEI – Associação para o Desenvolvimento de Leiria contestou o Plano Estratégico Nacional para o Turismo, recentemente publicado pelo governo. Em comunicado, a associação condena o facto de o documento não considerar o turismo religioso e o «corredor de excelência» Tomar-Fátima-Batalha-Alcobaça-Nazaré, como produtos turísticos estratégicos.

A associação defende que o turismo religioso permite que a região seja a segunda do país com mais dormidas hoteleiras por ano e que o pólo constituído por Tomar-Fátima-Batalha-Alcobaça-Nazaré tem um grande potencial religioso, patrimonial e paisagístico, por isso deveria merecer outra atenção por parte do governo, além uma melhor cobertura através do IC-19.

O congresso «Região de Leiria: inovação e oportunidades», que a ADLEI organiza nos próximos dias 20 e 21 de Abril, deve constituir «um ponto de confluência de esforços para serem de imediato lançadas as necessárias linhas de reorientação», adianta o comunicado.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.