Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Bruxelas aponta Portugal como exemplo a não seguir

A Comissão Europeia (CE) está a utilizar o caso português como exemplo a não seguir no alerta que está a enviar aos futuros países-membros da União Europeia, revela a edição de hoje do Jornal de Negócios, que cita um artigo publicado pela Direcção-Geral de Economia e Finanças da Comissão Europeia, intitulado «Explosão e recessão em Portugal: lições para os novos membros do euro».

No artigo em causa são apontados os erros cometidos por Portugal na fase imediatamente a seguir à entrada na união económica e europeia, em 1999, e enumerados cinco ensinamentos a seguir pelos países que vierem a entrar na Zona Euro.

Assim, perante um cenário de forte crescimento da procura interna a CE aconselha a seguir uma política orçamental restritiva, chamando ainda a atenção para os erros de sobreavaliação do crescimento do PIB nas fases altas do ciclo.

Segundo Bruxelas, é preciso aproveitar o maior dinamismo da procura interna para acelerar, e não adiar, as reformas estruturais, bem como manter controlado o crescimento dos salários e apertar a supervisão prudencial sobre os mercados financeiros.

A Eslovénia entra na Zona Euro no próximo dia 1 de Janeiro.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.