Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Leiria é dos distritos com maior dificuldade em recrutar novos colaboradores

 

Leiria é um dos distritos com maior dificuldade em recrutar novos colaboradores, revela um a 2ª edição do Estudo Nacional de Competitividade Regional, recentemente lançada pela Zaask, em parceria com a Universidade Católica Portuguesa, e que contou com a colaboração de 1321 empresários portugueses.

Face ao estudo anterior, o distrito passou de 3,13 valores para 2,43, encontrando-se abaixo da média nacional (2,81).

Não obstante à descida verificada no parâmetro, é possível verificar uma evolução na facilidade em abrir novos negócios na região (de 2,05 a 2,36) e, consequentemento, um aumento no acompanhamento do governo local, tendo passado de 2,05 valores em 2015, para 2,36 em 2016.

Foi também registado um aumento significativo no conhecimento de programas de formação e networking disponibilizados pelos governos locais, onde 19% dos empresários afirmam conhecer os programas disponíveis face aos 9% de média nacional.

A situação económica do distrito apresenta uma descida face aos valores do estudo anterior (2,49 valores em 2015 face a 2,87 em 2016), encontrando-se dentro da média nacional (2,8), assim como um aumento das receitas das empresas (de 2,63 para 3,11), dos valores cobrados aos clientes (2,66 para 3,53) e da situação financeira das empresas (2,92 face a 2,8 de média nacional).

 A Zaask é um marketplace online de serviços locais, líder na Península Ibérica.

Nota: Todos os dados apresentados fazem parte de uma escala de 1 a 5.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.

AKI investe 500 mil euros na renovação da loja de Leiria

O AKI investiu 500 mil euros na renovação da loja de Leiria e está em processo de recrutamento de seis novos colaboradores. O objectivo passa por «reforçar o seu conceito de proximidade junto dos leirienses e actualizar a nova imagem da marca», explica a empresa em comunicado.