Os polvos têm sonhos? Talvez, mas não muito … | Ciência | Notícias o sol

CO momento foi captado por cientistas do Brasil, que publicaram nesta quinta-feira um novo estudo na revista IScience Acontece que esses animais dormem dois tipos de sono. Um, que os pesquisadores apelidaram de “sono ativo”, é semelhante ao sono REM observado em mamíferos, pássaros e alguns répteis – indicando que os polvos podem sonhar como os humanos.

“Os polvos são únicos em termos de complexidade comportamental e neurológica”, disse à AFP Siddhartha Ribeiro, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, no Brasil, e co-autora do estudo. Seus cérebros são mais complexos do que os de todos os invertebrados, observa ele, “mas ainda são muito diferentes de nós”.

Para estudar seu sono, os pesquisadores registraram quatro polvos em aquários durante um período de vários dias. Durante os estágios de “sono tranquilo”, os animais ficavam imóveis, pálidos e de olhos fechados. No período do “sono ativo”, ao contrário, ficavam mudando de cor, encolhendo, e seus olhos se mexiam. A fase de silêncio durou seis ou sete minutos, antes de ser seguida por um ciclo ativo de cerca de 40 segundos, os quais se sucediam em cada ciclo.

No total, os polvos dormiam cerca de um quarto do dia.

A principal autora do estudo, Silvia Medeiros, disse à AFP que os pesquisadores fizeram vários testes para verificar se o polvo crescia bem durante essas fases. O primeiro teste foi a transmissão de um vídeo de um caranguejo perto do polvo. “Quando eles estão acordados, porque o caranguejo é a presa, eles tentam atacar”, diz ela. O que não aconteceu durante os dois supostos estágios do sono. Da mesma forma, os polvos não reagiam aos golpes dos martelos de borracha em seu aquário, ao contrário de quando estavam acordados.

READ  Mais visitas a casos de emergência e hospitalização

Sonhos em gifs?

A maioria dos sonhos em humanos ocorre durante o sono REM. Podemos supor a mesma coisa em polvos?

“Não podemos ter certeza”, explica Silvia Medeiros. Mas, se for esse o caso, então esses sonhos certamente não são tão complexos quanto nossos sonhos, dada a curta duração dos estágios de “sono ativo” que você vê neles. “Pode ser como pequenos vídeos, ou mesmo gifs”, ela sugere.

Além disso, as cores observadas enquanto dormem podem indicar seu estado de espírito, como se estivessem acordados. Por exemplo, ao flertar, às vezes são metade brancos e metade pretos. Se um polvo está dormindo nessas cores, isso significa que está sonhando com o amor? Talvez, mas ainda é cedo para dizer, e isso será objeto de estudos adicionais, segundo Siddharta Ribeiro.

Nesse ínterim, saber mais sobre o que temos em comum com os polvos, dos quais nossa espécie divergiu há 500 milhões de anos, pode ajudar a entender os caminhos evolutivos que vêm sendo trilhados, segundo o pesquisador. Ele explicou que, “se observarmos um fenômeno semelhante, onde há um ciclo do sono que inclui uma fase ativa e depois uma fase passiva, é certamente o resultado de uma evolução convergente”, o que significa que as duas espécies desenvolveram o mesmo biológico mecanismos. Este, por sua vez, informa os processos de seleção em andamento para o desenvolvimento desse comportamento.

Em mamíferos, o sono REM é um período em que a memória se consolida e aciona uma variedade de mecanismos que têm um efeito repressivo na saúde do cérebro. De acordo com os autores do estudo, pode ser o caso também dos polvos.

You May Also Like

About the Author: Irene Alves

"Bacon ninja. Guru do álcool. Explorador orgulhoso. Ávido entusiasta da cultura pop."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *