Abrace chamadas para fazerem o teste de HIV / AIDS e diga que quem faz tratamento não transmite a doença

A Associação Abraço pediu hoje o teste de HIV / Aids para evitar o diagnóstico tardio e deixou claro que quem está em tratamento não transmite doenças e não precisa se esconder porque tem uma doença crônica semelhante a muitas outras doenças.

Na véspera do Dia Mundial da SIDA, Christina Souza, presidente da Associação Abraço, associação que trabalha pela melhoria da qualidade de vida da pessoa afectada e pretende contribuir para a erradicação da doença, disse em declarações à Agência Lusa, que a “mensagem” que “é importante passar” é que “todos “Quem vive com a doença, se receber tratamento, não pode ser detectado, então não transmite a doença”.

“Esta é uma das mensagens mais importantes no momento para reduzir o estigma e o preconceito em relação à doença e até a autoexclusão de pessoas que vivem com HIV porque se as pessoas pararem por um minuto e perceberem que se estão recebendo tratamento, não vão enfatizar que as pessoas portadoras da doença também percebem que não precisam. Medo de se aproximar, de se socializar, e não precisam se esconder porque têm uma doença crônica semelhante a tantas outras e as pessoas não se escondem dela.

Em relação ao impacto da epidemia de covid-19 no acompanhamento dos usuários do Abraço, Cristina Souza disse que não se alterou, exceto para o período do estado de emergência em que era feito apenas por telefone.

“Até em termos de triagem, a pesquisa parecia que não estávamos na época do covid-19 em Abraço, porque continuávamos fazendo tudo como antes”, disse.

A Abrasu sentiu que a diferença estava “nas pessoas que chegam ao país que não trazem remédios e não sabem ir para o hospital.

READ  Vitória do Porto em Marselha, a um ponto das oitavas de final da Liga dos Campeões

Ele disse: “Depois disso, tivemos um boom de pessoas que, além da nossa necessidade de fazer essa ponte com os hospitais, para ter acesso aos medicamentos na hora certa (…), também estão causando problemas sociais”.

Christina Souza explica que são pessoas que chegam sem trabalho ou com empregos precários e facilmente depois de dois ou três meses perdem o emprego.

No que se refere ao diagnóstico de HIV / AIDS, acrescentou que a população mais vulnerável à infecção pelo HIV em geral são os homens que fazem sexo com homens.

De acordo com o relatório “Infecção pelo VIH e SIDA em Portugal – 2020”, embora a transmissão heterossexual continue a ser a mais frequente, os casos em homens que fazem sexo com homens constituíram a maioria dos novos diagnósticos (56,7%).

Christina Souza disse: “Esses casos novos são casos recentes e há uma percepção de que ainda não atingimos as pessoas que convivem com a doença há muito tempo”, e geralmente pessoas com mais de cinquenta anos, explicando que muitas vezes são diagnosticadas. Já no hospital porque tiveram outras complicações associadas.

O relatório do Instituto Nacional de Saúde e do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge aponta que o facto de quase metade dos casos ainda serem diagnosticados tardiamente indica que “esforço e investimento” nesta área continua a ser “essencial” para que casos como o diagnóstico tardio em homens deixem de ser. Heterossexual (67,3%) acima de 50 anos (68,1%) é um fato.

Devido à situação epidemiológica, a Abraço teve que reajustar o seu concerto tradicional e criar uma “corrente de solidariedade digital que promova a inclusão, a luta pela igualdade e pelos direitos humanos”.

Numa espécie de viagem no tempo, “Pocket Gala Abraço” dá voz a artistas de transformação num evento digital que vai decorrer na terça-feira, às 21h.

READ  Bola - Adrian ajuda Paolo Fonseca a abordar o capitão adjunto (Itália)

O bilhete custa 1 euro e o valor angariado irá para a Abraço para que continue a garantir uma resposta diária ao apoio aos infectados e seus familiares.

You May Also Like

About the Author: Germano Álvares

"Desbravador de cerveja apaixonado. Álcool alcoólico incurável. Geek de bacon. Viciado em web em geral."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *