Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Formação & Ensino

IP Leiria integra Campus do Mar para consolidar Galiza-Norte de Portugal como líder na investigação marinha

O Instituto Politécnico de Leiria (IP Leiria) juntou-se ao Campus do Mar, um projeto que pretende explorar o potencial marítimo e otimizar os recursos existentes na Euroregião Galiza-Norte de Portugal. O acordo de colaboração, assinado no passado dia 7 de novembro, pretende contribuir para criar a maior concentração de talento em investigação marinha na Europa, além de impulsionar a colaboração entre as instituições envolvidas e desenvolver novos projetos dentro do Campus do Mar – International Campus of Excellence.

A colaboração decorre da tentativa conjunta de dar força a este setor económico, de vital importância para a Euroregião, em termos de docência, investigação, inovação, tecnologia e transferência de conhecimento. João Paulo Marques, vice-presidente do IP Leiria, representou a Instituição na assinatura do protocolo, e refere que «temos muitas coisas em comum com Espanha e com a região da Galiza, uma delas é o mar. Para nós representa um potencial enorme, do ponto de vista económico, estratégico e científico, e esta parceria vem demonstrar também a reputação e reconhecimento que a nossa Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM/IP Leiria), e o Grupo de Investigação em Recursos Marinhos (GIRM/ESTM), que agora passa a representar Portugal neste projeto, têm vindo a granjear em Portugal e no estrangeiro».

Salustiano Mato, reitor da Universidade de Vigo, que encabeça o Projeto, disse ainda que o IP Leiria «entra dentro da aposta estratégica de que o Campus do Mar represente o agrupamento de I+D da Euroregião, e coloque a Península Ibérica na dianteira da investigação marinha europeia».

Salustiano Mato salientou ainda a relevância do IP Leiria para o Projeto no ponto de vista científico e pedagógico.

O acordo, que tem como objetivo final criar na Galiza um centro científico-tecnológico capaz de se transformar numa forte referência a nível internacional, permitirá a incorporação dos investigadores do IP Leiria nos clusters de I+D do Campus do Mar, e a cooperação em atividades docentes e em programas de doutoramento DO*MAR ou mestrado do International Campus of Excellence. Os investigadores podem ainda participar por tempo indefinido na criação e desenvolvimento de programas, e na execução de projetos e contratos de investigação e desenvolvimento de projetos de divulgação científica. O acordo tem uma duração de quatro anos, podendo ser renovável.

O Campus do Mar – International Campus of Excellence é um projeto encabeçado pela Universidade de Vigo e promovido por três universidades galegas, quatro universidades do norte/centro de Portugal, do Conselho Superior de Investigações Científicas de Espanha (CSIC) e pelo Instituto Espanhol de Oceanografia (IEO), juntando os agentes socioeconómicos e os investigadores marinhos da Euroregião Galiza-Norte de Portugal, para explorar o potencial desta região e otimizar os recursos disponíveis.

O Campus do Mar propõe-se a dinamizar uma rede além-fronteiras composta por investigadores, docentes e unidades de transferência de conhecimento/tecnologia, para treinar os melhores profissionais e investigadores no campo da ciência marinha, nos seus diferentes aspetos sociais e económicos. O objetivo é gerar investigação de qualidade e impacto internacional, para fornecer à indústria as melhores ferramentas para competir à escala global.

Na assinatura do protocolo entre o IP Leiria e o Campus do Mar estiveram presentes Salustiano Mato, reitor da Universidade de Vigo, o diretor do Campus do Mar, Emílio Fernandez, Teresa Mouga, diretora da ESTM/IP Leiria, Marco Lemos, docente da ESTM, Rui Pedrosa, docente da ESTM/IP Leiria e coordenador do GIRM/ESTM, e João Paulo Marques, vice-presidente do IP Leiria.

Fonte: IP Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.