Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Portugal e Peru intensificam relações políticas e económicas

Portugal e o Peru assinaram hoje vários acordos para intensificar o relacionamento político e económico e combinaram dar mais regularidade aos encontros bilaterais, o próximo dos quais se realizará em 2012 em Lima.

“Os dois países têm um sistema de consultas e os dois ministros dos Negócios Estrangeiros comprometeram-se a dar-lhe regularidade. Este ano isso será feito em Lima”, disse o chefe da diplomacia portuguesa, Paulo Portas, numa conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo peruano, Rafael Roncagliolo.

Os ministros falavam depois da assinatura de vários acordos, de entre os quais Portas destacou um memorando assinado entre a Agência de Investimento e Comércio Externo de Portugal e a sua congénere peruana, a Pro-Inversión.

Segundo Portas, este memorando “é o passaporte para mais exportações portuguesas no Peru e mais investimento peruano em Portugal”.

Rafael Roncagliolo evocou os resultados de um seminário realizado esta manhã com empresários portugueses para frisar ter encontrado “um interesse generalizado e diversificado” de muitas empresas portuguesas em investir no Peru, em linha com o interesse de Lima em “aumentar investimentos para financiar o compromisso de inclusão social” do presidente Ollanta Humala.

Paulo Portas referiu também estar em negociação um acordo para evitar a dupla tributação, sendo intenção dos dois governos concluir as negociações em 2012.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.