Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

China inicia testes na maior linha de TGV do mundo

A mais extensa linha de alta velocidade ferroviaria do mundo, um troço de 1.318 quilómetros entre Pequim e Xangai, iniciou hoje um mês de testes, devendo abrir ao público no final de junho. Construída em tempo recorde, a nova linha reduzirá para cinco horas a viagem entre as principais cidades chinesas, num ano em que o ministério chinês dos Caminhos-de-ferro nem sempre foi notícia por boas razões.

Por “uma questão de segurança e de eficiência energética”, os comboios não ultrapassarão os 300 kms/hora, menos do que a velocidade inicialmente anunciada (350Kms/hora), mas falta ainda fixar o preço que os passageiros terão de pagar.

“A exploração comercial começará no final de próximo mês e o preço dos bilhetes está ainda a ser discutido”, disse um porta-voz do ministério.

Orçada em 220.900 milhões de yuan (cerca de 25.120 milhões de euros) e construída em apenas três anos, a linha Pequim-Xangai é, também, a mais cara infraestrutura do género construída no país.

Com a abertura da nova linha, a China reforça a posição de líder mundial da alta velocidade ferroviária, com cerca de 8.350 quilómetros de extensão no final de 2010.

O então ministro dos Caminhos-de-ferro, Liu Zhijun, e um dos engenheiros-chefes responsável pelo programa de alta velocidade foram, entretanto, afastados por corrupção.

Liu Zhijiu “embolsou” alegadamente 822 milhões de yuan (90,5 milhões de euros) de companhias desejosas de ganhar contratos no trepidante setor ferroviário, incluindo de “muitas empresas estatais”, disse um jornal.

Em abril passado, o novo ministro, Sheng Guangzu, anunciou que durante os próximos cinco anos, até 2015, a China investirá 2,8 biliões de yuan (300.000 milhões de euros) na construção de vias-férreas, elevando para 120.000 quilómetros a rede ferroviária do país.

A primeira linha chinesa de alta velocidade, numa extensão de 120 quilómetros, entre Pequim e Tianjin, abriu no verão de 2008.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.