Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

China/África: Comércio atingiu recorde em apenas 11 meses

O comércio sul-africano já atingiu este ano o montante recorde de 114.800 milhões de dólares, confirmando a China como o maior parceiro comercial de África, anunciou hoje a imprensa chinesa.

Aquele montante, que corresponde aos primeiros onze meses de 2010, representa um aumento de 143,5 por cento em relação a igual período do ano anterior, e ultrapassa o recorde de 106.800 milhões de dólares, alcançado em 2008.

Os números constam no primeiro Livro Branco sobre Cooperação Económica e Comercial China-África, compilado pelo governo chinês e divulgado na imprensa oficial.

Até ao início do Verão passado, o número de produtos africanos isentos de taxas na China tinha subido para 4.700 e deverá vir a abranger 95 por centro das importações chinesas de África, realça o Livro Branco.

A China tornou-se em 2009 o maior parceiro comercial de África, ultrapassando a União Europeia e os Estados Unidos.

O investimento chinês em África também tem aumentado, subindo para 9.300 milhões de dólares no final de 2009, e alem do setor mineiro, envolve o turismo, finanças e agricultura.

Entre 2007 e 2009 – indica também o Livro Branco – os créditos com taxas de juro preferenciais concedidas pela China a países africanos somaram 5.000 milhões de dólares e estão prometidos mais 10.000 milhões entre 2010 e 2012.

O documento realça que a China prestou assistência à construção de mais de 500 infraestruturas em África e ao longo da última década perdoou mais de 2.850 milhões de dólares de dívidas a 35 países africanos.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.