Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

inCentea vê software certificado pela DGCI

O Gexor, software produzido pela inCentea – Tecnologia de Gestão, S.A., recebeu o número de certificado 271, atribuído pela Direcção-Geral de Contribuição e Impostos (DGCI), para as aplicações informáticas que cumpram os requisitos exigidos pela portaria 363/2010. Esta certificação significa que o Gexor está preparado para a entrada em vigor da nova legislação, a partir do dia 1 de Janeiro de 2011, explica a empresa.

Também os softwares representados pela inCentea – Primavera, PHC e SAP – receberam já a certificação por parte da Direcção-Geral de Contribuição e Impostos (DGCI), ficando estas soluções igualmente preparadas para as alterações legais que vão entrar em vigor a partir do dia 1 de Janeiro de 2011.

A nova versão 8 do Gexor será apresentada no próximo dia 25 de Novembro, no Auditório do Estádio Municipal de Leiria, num evento que servirá ainda para esclarecer dúvidas sobre a Certificação de Software, implementação do SNC (Sistema Normalizado de Contabilidade), bem como para conhecer algumas Soluções de Mobilidade.

Ainda durante o mês de Novembro, a inCentea irá realizar mais eventos de esclarecimento sobre a Certificação de Software e a implementação do SNC, nos dias 16 e 23 de Novembro, no auditório da inCentea, em Leiria, para clientes Primavera, e no dia 24 de Novembro, também no auditório da inCentea, para clientes PHC. Todos os eventos são de entrada livre.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.