Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Leonel Costa reeleito presidente da Direcção da Cefamol

Leonel Costa foi reeleito presidente da Direcção da Associação Nacional da Indústria de Moldes (Cefamol), nas eleições para o triénio 2010/2012, que decorreram no dia 9 de Março. O administrador do Grupo LN Costa integra a direcção da Cefamol no seu terceiro mandato como presidente, em representação da LN Moldes, Lda, revela a associação em comunicado.

A vice-presidência será assegurada por Victor Oliveira, em representação da Moliporex, S.A., João Faustino, pela TJ Moldes, S.A., Luís Febra, pela Socem ED, Lda., e Luís Pinheiro, que representa a Moldoplástico, S.A. Os vogais da direcção serão José Filipe, em representação da Tecnisata S.A., José Costa, da Moldit S.A., Hugo Carlos, representando a Tecnimoplas, Lda., e Rui Pinho, da Moldes RP, Lda.

A Assembleia Geral será presidida por José Martins Ferreira (Intermolde, Lda.), e terá como vice-presidente Manuel Pereira, da empresa Mold Tech, e como secretário Domingos Granja, da empresa ThyssenKrupp. O Conselho Fiscal será presidido por Armindo Soares (Azemoldes, Lda.), tendo como vogais Jorge Santos, em representação da Vipex, e Paulo Pinho, em representação da A. Silva Godinho.

CEFAMOL defende criação de novos instrumentos financeiros

A Direcção eleita assume como principais objectivos dar continuidade aos diversos projectos em curso e avançar com um conjunto de ideias que estão a ser trabalhadas em parceria com o Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI), a SPGM – Sociedade de Investimento, S.A., a COSEC – Companhia de Seguros de Créditos e a Associação Portuguesa de Leasing.

«Atendendo à quase total alteração dos modelos de negócio, estas parcerias assumem uma grande importância para o sector, com a criação de novos instrumentos financeiros, com características específicas de apoio à indústria de moldes, que facilitam e reforçam o apoio às encomendas firmes, e linhas de crédito direccionadas ao investimento tecnológico» sublinha o presidente.

Outra linha de actuação passa pela «manutenção e reforço de uma das mais importantes vertentes da Cefamol», ou seja, o «apoio que tem prestado ao sector no que respeita à sua internacionalização, na organização de feiras, missões e visitas oficiais», adianta o presidente.

A nova Direcção tem ainda intenção de ver integrada a Indústria de Engineering and Tooling na discussão e nos programas das contrapartidas, com o objectivo de «potenciar o desenvolvimento do sector», assim como a criação de um Conselho Consultivo alargado a empresários.

«Vamos ainda, durante este mandato, retomar o desafio, que já não é recente, de operacionalizar a criação do Museu do Molde», concluiu Leonel Costa.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.