Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Abacus Savills e Lena Imobiliária parceiras em Angola

A consultora Imobiliária Abacus Savills foi escolhida para a comercialização do Edifício Moncada Prestige em Luanda. O acordo para a instrução foi assinado com o administrador executivo da Lena Imobiliária – empresa enquadrada na sub-holding do Grupo Lena para a área da Construção – Jorge Taveira e com o director executivo e partner da Abacus Savills, Paulo Trindade.

Localizado no Município de Maianga, o Edifício Moncada Prestige é composto por nove pisos à superficie e quatro enterrados, divididos em escritórios, habitação e comércio. Propriedade da Lena Imobiliária, através da sua empresa em Angola – Angola Investimento Imobiliário – arquitectura a cargo da Tecniarq e construção pela Abrantina, o Edifício destina-se a um target médio, médio alto, empresas e expatriados.

O edifício tem uma área de implantação de 1.009 metros quadrados, com uma área de construção de 16.183 metros quadrados, da qual 6.478 metros quadrados se destinam a habitação, 3.945 metros quadrados a escritórios, 63 metros quadrados a comércio e aproximadamente 5.700 metros quadrados em caves com 123 lugares de estacionamento e 42 arrecadações.

Com conclusão prevista para Setembro de 2010 e com um investimento na ordem dos 40/ 45 milhões de dólares, o Edifício Moncada Prestige será primeiro projecto da Lena Imobiliária em Luanda, seguindo-se outro no Município de Ingombotas. De acordo com o administrador da Lena Imobiliária, Vítor Ruivo «nos próximos cinco anos o foco da empresa será Luanda e temos em carteira mais dois outros projectos».

Sendo a primeira incursão da Abacus Savills naquele mercado, e de acordo com Paulo Trindade, a perspectiva «é colocar todo o espaço nos próximos 12 meses».

Fonte: Abacus

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.