Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Grupo parceiro do Fórum Leiria defende novo concurso público

A Multi Development Portugal, uma das empresas do consórcio que venceu o concurso para a construção do novo centro comercial em Leiria, e que entretanto desistiu do mesmo, defende que a Câmara de Leiria devia ter avançado com um novo concurso público para a construção da superfície comercial de dimensão relevante prevista para a cidade, revela o Diário de Leiria.

O director geral da empresa considera que «Leiria fica a perder» com a decisão da câmara em atribuir a obra ao grupo Chamartín, que ficou posicionado em segundo lugar no concurso.

«Não sei se é obrigação da câmara, ou não, continuar com o concurso público. Não sei se poderia ter ido por este caminho, ou optar por um novo concurso, o que eu considerava melhor», disse Benno Van Veggel àquele diário, acrescentando, «concorríamos [num novo concurso] com outros valores e contrapartidas. Sou o principal interessado em recuperar centros urbanos e era um sonho nosso fazer um projecto destes [Forum] em Leiria, que tem uma oferta de espaço público muito interessante. Os outros [projectos] não conseguem competir com esta filosofia de qualidade de espaço público. Para ser honesto, pensava que a câmara iria lançar outro concurso», cita o jornal.

LE com Jornal de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.