Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Sector agrícola recebe apoio de 175 milhões de euros

Acaba de entrar em vigor a linha de crédito de 175 milhões de euros destinada a apoiar as pequenas e médias empresas do sector agrícola. «As linhas de crédito disponíveis, têm como objectivo apoiar as empresas da área agrícola, pecuária, agro-indústria e floresta», anunciou ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, Jaime Silva, revela a Lusa.

Os 175 milhões de euros que serão disponibilizados, são assegurados pelo Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Pública Central (PIDDAC), e pelo Ministério da Agricultura. Destes, 100 milhões de euros destinam-se à agro-indústria e floresta, e 75 milhões à agricultura. Cada empresa receberá um apoio máximo de 200 mil euros para as de produção na área agrícola e pecuária e 1,5 milhões de euros para o sector florestal.

As pequenas e médias empresas que quiserem aceder a este apoio têm de cumprir alguns requisitos, como ter actividade efectiva, estarem registadas e licenciadas para o exercício da actividade ou ter a sua situação regularizada relativamente a impostos e a contribuições para a Segurança Social. As empresas que se candidatem vão passar por um processo de análise das candidaturas por parte das instituições de crédito que celebrem protocolos com o Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP).

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.