Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Consórcio Multi Development/Lena Construções desvincula-se do projecto Forum Leiria

O «desajustamento do projecto à realidade», devido ao atraso na adjudicação, agravado pelas «muitíssimo adversas condições económicas e financeiras da conjuntura nacional e internacional», são as razões invocadas pelo consórcio Multi Development/Lena Construções para se desvincular do projecto Forum Leiria, revelam em comunicado conjunto.

Numa carta enviada à Câmara Municipal de Leiria, o consórcio lembra que a proposta foi apresentada em 10 de Julho de 2007, ou seja, já há um ano e cinco meses, e que foi adjudicada ao consórcio há já seis meses. O mesmo documento recorda que «há muito expirou» o prazo legal de 132 dias findo o qual o adjudicatário, caso não tenha sido outorgada a adjudicação, pode recusar-se a fazê-lo posteriormente (Decreto-Lei n.º 59/99).

As condições económicas e financeiras adversas que marcam a actualidade nacional e internacional «vêm tendo um impacto vincadamente negativo nos sectores imobiliário e bancário e na actividade do consumo em geral, prejudicam, a montante, a estratégia de financiamento com capitais próprios e alheios inicialmente pensada e, a jusante, a estratégia comercial agregada à (futura) unidade comercial de dimensão relevante», explica ainda a carta enviada pelo consórcio à autarquia.

O consórcio manifesta em comunicado «a sua grande consternação por ter sido obrigada a tomar esta decisão, que priva Leiria e a região de um projecto de desenvolvimento urbano de grande qualidade», ao mesmo tempo que «reitera o seu interesse em continuar a investir na cidade e na região, estando atenta a todas as oportunidades nesse sentido».

Em resposta ao Leiria Económica, a Câmara Municipal de Leiria afirmou que «este assunto está a ser analisado com ponderação e que oportunamente serão dadas informações».

Recorde-se que o projecto em causa envolvia um investimento na ordem dos 170 milhões de euros.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.