Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Primeiros carros sem condutor podem estar no mercado dentro de dez anos

A General Motors (GM) admite que dentro de uma década estejam disponíveis no mercado os primeiros automóveis que não precisam de condutor, mesmo para estacionar, revela o Ciência Hoje. «Isto não é ficção científica», disse recentemente Larry Burns, vice-presidente da GM com o pelouro da investigação e desenvolvimento.

Muita da tecnologia para conseguir veículos sem condutor já existe, desde o controlo de condução baseado em radar e sensores de movimento até aos sistemas de navegação baseados em satélite, adianta o site. Os obstáculos a esta tecnologia são mais humanos, inclusivamente legais, do que técnicos, e Larry Burns considera que a questão passa agora por saber o que é que a sociedade quer fazer com esta tecnologia.

Uma das questões que se levanta é a perda de privacidade que decorre do facto dos automóveis comunicarem entre si em rede.

LE com Ciência Hoje

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.