Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Agência Regional de Energia e Ambiente no Oeste

A Câmara Municipal da Nazaré aprovou um acordo de princípio, manifestando o seu apoio à criação da Agência Regional de Energia e Ambiente do Oeste. A agência pretende ser uma associação sem fins lucrativos, cujo principal objectivo será «a promoção de acções integradas que contribuam para uma maior eficiência energética e uma utilização racional da energia na região Oeste, com vista a um desenvolvimento regional sustentável», revela o Oeste Online.

De acordo com o projecto da Associação de Municípios do Oeste (AMO), a futura agência actuará em duas frentes: a oferta energética – com vista a um melhor aproveitamento dos recursos endógenos e a selecção de fontes energéticas mais sustentáveis – e a procura de energia, promovendo a racionalização do consumo em edifícios e nos transportes.

A candidatura vai ser apresentada pela AMO, no âmbito do Programa Europa – Energia Inteligente (IEEA 2007).

LE com Oeste Online

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.