Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Plano de expansão do aeroporto da Portela sobe para 340 milhões

O plano de desenvolvimento do Aeroporto de Lisboa foi reajustado em alta, com a ANA a prever gastar mais 40 milhões de euros do que o valor avançado no plano estratégico da empresa há dois meses e noticiado pelo Diário Económico, fixando-o em 340 milhões de euros, revela a edição de hoje do DE. Este é o investimento que serve de base ao estudo de impacte ambiental, cuja consulta pública está a decorrer.

A fase de construção, durante a qual serão criados 750 postos de trabalho, decorrerá entre o final de 2006 e 2010, prevendo-se uma maior intensidade dos projectos em 2007 e 2008. A maior fatia do projecto de expansão do aeroporto da Portela, 183 milhões de euros, vai para a expansão de instalações terminais, o que incluirá a construção de um troço de ligação à futura estação de Metro – “Aeroporto”, avança ainda o DE.

Está também prevista a construção de novas salas de embarque/desembarque e mangas, a remodelação das zonas de recolha e tratamento de bagagens, e contempladas três novas plataformas de estacionamento de aviões e reformulação de outras. Serão ainda construídos novos caminhos de circulação de aviões – “taxiways”, ajustados alguns dos existentes, e realizadas intervenções na área da segurança e sinalização das pistas.

«O plano de expansão, destinado a responder ao aumento da procura até ao encerramento do aeroporto, contempla um reforço dos actuais 12 milhões de passageiros/ano para 16 milhões a atingir em 2015, altura em que começará a ganhar forma o novo aeroporto da Ota», revela aquela publicação.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.