Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Empresas da Benedita produzem sapatos à prova de bala

Empresas concentradas na Benedita e Guimarães estão a fabricar sapatos à prova de bala. Estes sapatos são a última inovação da indústria portuguesa de calçado de segurança, um dos nichos de mercado em que o «made in Portugal» está a ganhar valor, revela o semanário Expresso.

Os sapatos vão ser fabricados com o mesmo material antibala, que é também utilizado nos coletes à prova de bala dos policias, reforçando a capacidade competitiva das empresas do sector no mercado internacional, em especial no segmento do calçado das forças de segurança.

O produto vai ser colocado no mercado internacional a um preço médio de 22,41€, o que representa uma valorização de cinco euros face ao preço-padrão do calçado convencional produzido em Portugal, o segundo mais caro do mundo.

O mercado global do calçado de segurança, considerado muito exigente, está avaliado na Europa em 40 milhões de pares, o que representa um volume de vendas de 1000 milhões por ano.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.