Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

SMAS – Leiria pagam de 15 a 20 mil euros por mês

O Governo diz que a função pública tem pessoal a mais mas os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Leiria pagam todos os meses entre 15 a 20 mil euros de horas extraordinárias. Fazendo as contas à média de ordenados, este valor daria para garantir duas dezenas de novos postos de trabalho, revela a edição de ontem do Correio da Manhã.

Segundo este matutino, a folha de pagamentos do mês de Maio não engana. Em horas extraordinárias e trabalho em dia de descanso semanal, os SMAS de Leiria pagaram um total de 20 600 euros. Mário Monteiro, director-delegado dos Serviços, diz que este valor foi uma excepção justificada pela especificidade do serviço. No entanto, nos últimos meses, o trabalho suplementar tem custado aos SMAS uma média de 15 mil euros.

Grande parte deste valor refere-se a serviço prestado aos sábados. E atira para o dobro o salário de alguns funcionários. Num dos casos, o trabalhador tem um ordenado base de 656 euros, mas em Maio recebeu mais 610 euros pelo trabalho extraordinário.

Segundo Mário Monteiro, os SMAS são, à proporção, «como o INEM». Têm que resolver avarias inesperadas ou ultrapassar barreiras informáticas em tempo recorde, para actualizar os serviços administrativos. Daí a necessidade de pagar tanto trabalho extraordinário.

Manuel Pereira, coordenador da direcção regional de Leiria do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL), discorda deste método. «Sabemos que há um conjunto de autarquias que paga por sistema horas extraordinárias e entendemos que esse não é o caminho.

A solução passaria pela criação de mais emprego e de novos postos de trabalho», afirma o dirigente sindical. Na verdade, tendo em conta os 176 funcionários dos SMAS e o valor médio dos salários na instituição, verifica-se que a importância paga em trabalho extraordinário seria suficiente para pagar a duas dezenas de novos trabalhadores. Isto também numa altura em que tanto se fala dos excedentários da administração pública.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.