Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Amado da Silva nomeado presidente da ANACOM

O Governo escolheu para presidir à Anacom – Autoridade Nacional das Comunicações – José Amado da Silva, de Leiria, economista e professor catedrático na Universidade Autónoma de Lisboa, anunciou ontem o Conselho de Ministros. Os seus trabalhos mais conhecidos recaem nas áreas da energia e transportes, sendo um reconhecido especialista na área da concorrência.

Amado da Silva preside à Anacom num momento de alguma agitação no sector das telecomunicações, com uma oferta pública de aquisição (OPA) em curso, cujo desfecho, ainda desconhecido, poderá transformar o sector. Em mãos, Amado da Silva terá o parecer, não vinculativo, relativo à OPA da Sonaecom sobre a PT.

Ainda não é conhecida a data em que Amado da Silva iniciará funções na Anacom.

Para o cargo de Vice-Presidente foi escolhido Alberto Souto de Miranda e, para o cargo de vogal do conselho de administração, Eduardo Miguel Vicente de Almeida Cardadeiro e José Manuel Ferrari Careto, segundo comunicado do Conselho de Ministros.

Mantém-se o mandato da vogal Maria Teresa Rodrigues Xavier Pintado Maury.

A entidade reguladora fica agora com cinco membros no conselho de administração, contra os anteriores três. O Ministério das Comunicações explica, em comunicado, que com esta nova estrutura organizativa se «fortalece o órgão executivo desta entidade reguladora com competências técnicas e profissionais para lidar com os desafios do futuro nesta área, designadamente coadjuvar o Governo na definição das linhas estratégicas e das políticas gerais do sector das comunicações e da actividade dos operadores e, simultanea- mente, de regulação e supervisão do sector e proceder à reestruturação interna de acordo com as orientações do PRACE (Programa de Reestruturação da Administração Central do Estado)».

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.