Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Formação & Ensino

Politécnico de Leiria cria primeiro curso de chinês em Portugal

Rui Marques

O Instituto Politécnico de Leiria (IPL) criou, em colaboração com o Instituto Politécnico de Macau (IPM), um Curso de Tradução e Interpretação Português/Chinês – Chinês/Português. O protocolo entre as duas instituições celebrou-se no passado dia 20 de Março.

Paulo Marques, representante dos alunos no Conselho de Gestão do IPL, revela ao Leiria Económica que a abertura deste curso será muito importante para o Instituto e para a região, pois será o primeiro a nível nacional.

«Devido à crescente implementação do mercado chinês em Portugal, é muito importante termos um curso destes, com intuito de abrir portas ao mercado chinês. É igualmente importante que o primeiro curso do género seja criado num distrito que tem uma forte presença industrial. É muito benéfico para as empresas ter alguém que facilite possíveis parcerias com o mercado chinês» explica ainda o mesmo responsável.

Este curso apresenta uma metodologia diferente, visto que os alunos chineses do primeiro e quarto anos vão frequentar o IPM, e os do segundo e terceiros anos, o IPL. Em relação aos alunos portugueses, o processo é inverso. O primeiro e quarto ano serão ministrados em Portugal, e o segundo e terceiro ano, em Macau. As instituições constituirão ainda uma equipa mista de professores, que irão acompanhar os alunos ao longo dos quatro anos do curso.

As Instituições asseguram ainda aos docentes, em regime de reciprocidade, o alojamento e as deslocações, enquanto aos alunos garantem alojamento e alimentação.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.