Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário habilitar o JavaScript.Aqui estão as instruções de como habilitar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

CEFAMOL analisa potencial dos países do Golfo Pérsico

A Associação Nacional da Indústria de Moldes (CEFAMOL) pretende este ano analisar as potencialidades da região do Golfo Pérsico, tendo prevista, nesse contexto, a participação na feira Iranplast, que irá decorrer de 26 a 29 de Setembro, em Teerão (Irão). A participação insere-se na estratégia de diversificação de mercados e sectores prevista para aquela indústria.

Manuel Oliveira, secretário-geral da CEFAMOL, considera o mercado «interessante» e lembra que existe já uma «experiência passada de trabalho com empresas nacionais», sobretudo pelo foco da indústria automóvel nessa região, mas também pela dimensão e desenvolvimento industrial do país.

O responsável revela ainda estar já em preparação, para além da deslocação portuguesa ao certame, a recepção a uma delegação do Irão em visita a Portugal, e um estudo, a apresentar no final do primeiro semestre do ano, sobre as potencialidades dos mercados do Golfo Pérsico.

 

 

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.

AKI investe 500 mil euros na renovação da loja de Leiria

O AKI investiu 500 mil euros na renovação da loja de Leiria e está em processo de recrutamento de seis novos colaboradores. O objectivo passa por «reforçar o seu conceito de proximidade junto dos leirienses e actualizar a nova imagem da marca», explica a empresa em comunicado.