Livro: Chip Science de Etienne Guess

Do sueco Olaf Mansson (1490-1557), o primeiro a pintar flocos de neve, ao físico Kenneth Lieberecht (nascido em 1958) que os cria no laboratório e os retrata como um artista, Etienne Gies invoca cerca de vinte cientistas, em cinco séculos, para nos deixar descobrir flocos de neve de todos os ângulos. Existem muitos! Você sabia que existem dezenas de formas de floco de neve, mas sempre têm seis ramos? Que a temperatura e a umidade da atmosfera determinam esse valor com precisão? Você pode até tentar desenhar um seguindo algumas regras da termodinâmica …

Cristais de raio x

Étienne Ghys convida você a fazer exatamente isso neste ótimo livrinho que combina matemática, física, química e humor. Longe de ficar no conto, às vezes saboroso, o matemático não se esquiva dos aspectos técnicos com, por exemplo, uma explicação clara da cristalografia de raios X desenvolvida por pai e filho Bragg. Esses físicos britânicos receberão o Prêmio Nobel por isso em 1915. Graças a essa técnica, que consiste em “ver” átomos em um cristal com a ajuda de raios X, podemos descobrir como as moléculas se organizam, água no gelo.

Ciência se mistura com arte

E para ver um arquivo

à avoir dessiné des flocons, jusqu’au physicien Kenneth Libbrecht (né en 1958) qui les fabrique en laboratoire et les photographie en artiste, Étienne Ghys convoque une vingtain cine de savants, surq siècles, pour nous faire découvririge les flous sne Os cantos. Existem muitos! Você sabia que existem dezenas de formas de floco de neve, mas sempre têm seis ramos? Que a temperatura e a umidade da atmosfera determinam esse valor com precisão? Você pode até tentar desenhar um seguindo algumas regras da termodinâmica …

See also  Números primos: ordem ou caos?

Cristais de raio x

Étienne Ghys convida você a fazer exatamente isso neste ótimo livrinho que combina matemática, física, química e humor. Longe de ficar no conto, às vezes saboroso, o matemático não se esquiva dos aspectos técnicos com, por exemplo, uma explicação clara da cristalografia de raios X desenvolvida por pai e filho Bragg. Esses físicos britânicos receberão o Prêmio Nobel por isso em 1915. Graças a essa técnica, que consiste em “ver” átomos em um cristal com a ajuda de raios X, podemos descobrir como as moléculas se organizam, água no gelo.

Ciência se mistura com arte

E para ver os chips, como você faz isso? Para descobrir, ele foi ao Japão com o físico Ukichiro Nakaya (1900-1962), que foi o primeiro a criar, fotografar e classificar os chips de acordo com sua forma. Cópias das fotos que Nakaya tirou nesta obra aparecem com seus ícones sutis, que mostram como às vezes a ciência e a arte se confundem.

A pequena história da neve Etienne Gies, Odile Jacob, 144 páginas, 16,90 euros

You May Also Like

About the Author: Irene Alves

"Bacon ninja. Guru do álcool. Explorador orgulhoso. Ávido entusiasta da cultura pop."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *