F1 – GP de Portugal

Segundo na qualificação para o Grande Prêmio de Portugal, atrás de Valtteri Bottas no sábado, o heptacampeão mundial Lewis Hamilton estava zangado consigo mesmo por ter escolhido usar o pneu médio durante o terceiro quarto. Lewis Hamilton (Mercedes, Qualificação para o Grande Prêmio de Portugal Atrás do Bottas): “Foi uma sessão difícil, não acho que foi fácil para ninguém aqui, especialmente porque estava ventoso e a superfície estava muito escorregadia. Esta sessão foi muito caótica para mim. O primeiro trimestre não foi bom, no segundo eu só fiz uma boa volta e eu diria que é. Em toda a sessão, fiz apenas uma boa volta. O terceiro trimestre foi muito ruim.Valtteri fez um ótimo trabalho, dadas as condições em que estamos. (Coloque pneus médios) Talvez não tenha sido a decisão certa. Os pneus são muito duros aqui, por isso não funcionam bem com esse asfalto, por isso temos de fazer voltas adicionais para o aquecer. No final, eu não tive muita aderência, então não pude fazer o melhor trabalho. ” Max Verstappen (Red Bull, 3e des qualifiers) : “A qualificação foi muito difícil, lutei muito para me controlar. A primeira volta do Q3 foi muito boa. Saí da pista.” (na curva 4)Mas eu sabia que poderíamos fazer outra rodada. No último setor havia um carro na nossa frente (Vettel). Isso me incomodou, especialmente com a falta de aderência e ventos contrários, e me custou muito tempo. A pista é incrível, mas a aderência não é muito divertida. Comecei a qualificação muito devagar e não tinha equilíbrio. Chegamos a um ponto em que eu estava mais feliz, mas perdi tempo tendo que me comprometer. »Leia também começar a grade Carlos Sainz (Ferrari, 5e des qualifiers) : “Sinto-me bem depois dessas qualificações, especialmente porque senti o progresso, e os tempos das voltas confirmam isso. Hoje, senti que estava a conduzir melhor; mudei algumas coisas desde Imola no meu estilo de condução e algumas coisas na configuração também. Há muita tentativa e erro, indo em uma direção, voltando, indo na outra. Continuamos tentando muitas coisas e hoje conseguimos fazer uma boa volta no terceiro quarto para estar no cinco primeiros, então vamos continuar. ” Daniel Ricciardo (McLaren, qualificação € 16) : “Ainda não tenho respostas para a minha posição, aconteceu rápido. Sei que as voltas foram difíceis no primeiro quarto, principalmente no último setor. Foi muito difícil aguentar. Mas não está totalmente claro por que lutamos , ou por que foi tão difícil dar uma volta Partir do 16º lugar não é o resultado com o qual estou satisfeito. ”Leia também Esteban Ocon (Alpine): “Somos mais fortes”

See also  Em exposições, em quadrinhos, em docu, em livros: The Best of Napoleon

You May Also Like

About the Author: Aldina Antunes

"Praticante de tv incurável. Estudioso da cultura pop. Pioneiro de viagens dedicado. Viciado em álcool. Jogador."

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *