Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Negócios internacionais e internacionalização para economias emergentes

Manuel Portugal Ferreira e Nuno Rosa Reis, docentes e investigadores do Instituto Politécnico de Leiria, e Fernando Ribeiro Serra, docente e investigador na HSM Educação (Brasil), publicaram um livro que aborda os negócios internacionais, de um modo global, com particular atenção à internacionalização para economias emergentes, sobretudo Brasil, Rússia, Índia e China.

O livro, publicado o ano passado, tem como título «Negócios internacionais e internacionalização para economias emergentes», e aborda as questões fundamentais que devem ser consideradas para operar nos mercados internacionais.

«A internacionalização das empresas está na ordem do dia e os aos EBRIC (EUA, Brasil, Rússia, Índia e China) são o foco da atenção mundial. A atenção a estes mercados justifica-se pela dimensão e pelo potencial de futuro: Brasil, Rússia, Índia e China têm 4,5 mil milhões de habitantes, um PIB combinado de $16 milhões de milhões e continuam a crescer mesmo em período de crise. Ainda assim, os EUA deverão manter-se como a grande potência ocidental, tornando os EBRIC nas maiores economias mundiais em 2050», explicam os autores.

Sobre os autores:

Manuel Portugal Ferreira
Doutorado em Business Administration pela David Eccles School of Business, da Universidade de Utah, EUA, MBA pela Universidade Católica de Lisboa e Licenciado em Economia pela Universidade de Coimbra, Portugal. É Professor Coordenador no Instituto Politécnico de Leiria, onde dirige o globADVANTAGE – Center of Research in International Business & Strategy do qual é fundador. Professor de Estratégia e Gestão Internacional. A sua investigação centra-se, fundamentalmente, na estratégia de empresas multinacionais e internacionalização. Co-autor dos livros Ser empreendedor, Gestão estratégica: Conceitos e prática, Casos de estudo: Usar, escrever e estudar, Marketing para empreendedores e pequenas empresas, Gestão empresarial e Negócios internacionais e internacionalização para economias emergentes.

Nuno Rosa Reis
Licenciado em Gestão pelo Instituto Politécnico de Leiria e em Línguas Estrangeiras Aplicadas pela Universidade Católica Portuguesa. Doutorando em Gestão na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Professor no Instituto Politécnico de Leiria, nas áreas de Estratégia, Gestão Internacional e Empreendedorismo. Investigador no globADVANTAGE e co-autor dos livros Marketing para empreendedores e pequenas empresas, Gestão empresarial e Negócios internacionais e internacionalização para economias emergentes.

Fernando Ribeiro Serra
Doutorado em Engenharia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2003), é o Diretor de Académico da HSM Educação. Foi professor da UNISUL – Universidade do Sul de Santa Catarina, onde dirigiu a Unisul Business School e foi professor do Mestrado em Administração. A sua experiência académica inclui a docência em diversas universidades e a investigação no grupo de pesquisa em Planejamento Estratégico e Empreendedorismo da FEA/USP e do globADVANTAGE. A sua experiência profissional inclui cargos de conselheiro, direção e consultoria, em Portugal e no Brasil. É co-autor de diversos livros, com destaque para os livros O Tempo na sua Vida (Brasil), Administração Estratégica (Brasil), Gestão estratégica: Conceitos e prática, Casos de estudo: Usar, escrever e estudar, Marketing para empreendedores e pequenas empresas e Negócios internacionais e internacionalização para economias emergentes.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.