Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Chineses concorrentes à EDP planeiam fábrica em Portugal

A Goldwind, empresa participada pela China Three Gorges, concorrente à privatização da EDP, anunciou hoje que prevê instalar uma fábrica de turbinas eólicas em Portugal, num investimento superior a 500 milhões de euros.

Em comunicado, a Goldwind – um dos maiores produtores mundiais de turbinas eólicas e a segunda maior empresa do setor da China – adiantou que a fábrica avançará «até ao verão de 2013» e que prevê começar os trabalhos de instalação da nova unidade já no início de 2012, «com a contratação de uma equipa local».

Segundo a empresa chinesa, a nova unidade «produzirá 800 turbinas eólicas por ano ocupando uma área de cerca de oito hectares e terá um forte impacto na criação de postos de trabalho especializados em Portugal», sendo que a nova fábrica «terá ainda um impacto positivo no setor da construção civil, estando prevista a entrega da empreitada da nova fábrica a empresas locais».

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.