Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

África do Sul: China investe 318 M€ em fábrica painéis solares

A empresa chinesa Yingli Solar assinou um protocolo de intenções com as autoridades sul-africanas para construir no país uma fábrica de módulos solares orçada em 318 milhões de euros.

Este investimento chinês, anunciado durante a visita de dois dias do vice-presidente da China, Xi Jinping, à África do Sul, constitui um dos muitos exemplos de uma crescente intervenção de Pequim na maior economia da África a sul do Sahara.

Um alto funcionário do Ministério da Energia sul-africano disse à agência Lusa que a fábrica de módulos solares terá a comparticipação de um parceiro local e que a sua construção se deverá iniciar nos próximos 12 meses, de forma a capacitar o país para a implementação de vários projectos na área das energias renováveis que constam dos planos governamentais e do sector privado.

O vice-presidente chinês, Xi Jinping, iniciou na quarta-feira contactos ao mais alto nível, sob os auspícios do seu homólogo sul-africano Kgalema Mothlante, tendo já hoje rubricado uma série de acordos que abrem as portas a uma maior cooperação entre Pequim e Pretória nas áreas da investigação agrícola, energia, construção e minérios.

Os dois vices presidem à Comissão bilateral China-África do Sul, que tem servido de plataforma de diálogo entre a China e um país que é já o seu maior parceiro comercial em África, com uma balança de pagamentos de 2,7 mil milhões de dólares favorável à China.

Para a África do Sul (que tem empresas e tecnologia de ponta em várias áreas cruciais para o desenvolvimento – o que tem dificultado a penetração das empresas chinesas na sua economia), a China é um exemplo a seguir para que o país se torne membro dos BRIC (grupo de economias emergentes que inclui o Brasil, Rússia, Índia e China), mas o seu modesto crescimento económico na casa dos 3% ao ano desde há dois anos coloca um travão em tais pretensões no actual momento de crise global.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.