Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Câmara de Leiria fecha concurso internacional sem adjudicar mega-shopping

A Câmara Municipal de Leiria deu hoje por encerrado o concurso público internacional sem adjudicar a construção do mega-centro comercial na cidade, anunciou o vereador Fernando Carvalho no final da reunião do executivo.

«Confirma-se a não adjudicação ao segundo concorrente [o grupo Chamartin]», explicou Fernando Carvalho, citado pela Lusa, acrescentando que a autarquia deliberou, com a abstenção dos vereadores do PS, «não exercer o direito de adjudicação ao terceiro classificado [Multicenco]» cuja proposta «não era satisfatória para a cidade e para a região».

Fernando Carvalho esclareceu que esta decisão, da qual os concorrentes vão ser ainda notificados, «não é a anulação do concurso», nem significa que o município desistiu da construção do mega-centro comercial, situação que remeteu, no entanto, para o executivo que vier a ser eleito a 11 de Outubro.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.